Páginas

sábado, 15 de agosto de 2009

Escolhas

Mineiros é uma cidade engraçada.
Ela é capaz de despertar ao mesmo tempo o amor e desprezo de alguém.
Eu particulamente gosto de Mineiros. Aliás, adoro esse lugar.
Aqui vivi tanta coisa! Foram amores indescritíveis, amizades ainda presentes, histórias hilárias, pessoas inesquecíveis.
Mineiros é demais, e só quem tem o diferencial consegue percebe-la.
Eu tenho uma mania de comparar tudo, e não foi diferente com Mineiros em relação a Londrina.
Considero Mineiros como uma cidade sincera, seja nas amizades ou nas relações. Não sei o porque disso, apenas sinto.
Quando estou aqui me sinto acolhida; em Londrina, querida e diferente.
No Paraná costumam brincar com meu sotaque, minhas histórias mineirenses, com meu potencial de beber rs .. confesso que quando o fazem me sinto em casa. Não sei vocês que também moram fora, mas várias vezes me pego pensando em Mineiros e na vida acomodada que tinha aqui.
Em São Paulo tinha tudo ao meu dispor. Família, amigos, namorado, cachorros, mordomia.
Quando se mora fora você aprende a lidar com a ausência. É fácil sentir uma dor de estômago e correr pro aconchego do colo da mãe; muito diferente é você ter de enfrentá-lo sozinha.
Certa vez eu estava extremamente triste no meu apartamento e minhas amigas estavam em aula. Eu tinha necessidade de falar com alguém, chorar em colo amigo e sentir um abraçao aconchegante.
Não havia ninguém em casa e, naquele dia, me senti extremamente sozinha.
Foi quando percebi minha real situação no mundo. Fora eu quem escolhera aquilo e tinha de lidar com tal situação.
Eu já não tinha o amor do meu namorado, o conselho da minha melhor amiga, o colo da minha mãe. Apesar dos amigos londrinenses, eu estava sozinha.
São nas horas difíceis onde você mais amadurece. O mundo não espera seu sentimentalismo perante as coisas bonitas e sensíves da vida.
Ele quer o seu melhor, a sua força mais potente e para isso você tem de ser "durão".
Aprendi a ser assim muito cedo, ainda bem! Desde novinha consegui desvendar as artimanhas da vida e assim pude me desvilhenciar de seus truques.
Não que eu não tenha sofrido, me apaixonado perdidamente, cometido loucuras ..
fiz tudo isso e muito mais!
Aliás, posso dizer com plena certeza que, com apenas dezessete anos, já vivi muita coisa; são coisas que certas pessoas nunca terão privilégio de viver coisas semelhantes.
Tenho orgulho da minha história, e creio que terei ainda mais com o passar do tempo.
Espero muito de mim e de minha vida.
Essa é uma maneira difícil porém eficaz de amadurecimento. Você,por bem ou por mal aprende a controlar seus sentimentos e lidar melhor com o jogo que a vida o obriga a jogar.
Sempre vejo pessoas com mentalidade infantil e me pergunto se sou eu a diferente no universo em que vivo.
E sempre que me deparo com essa pergunta me encontro com a mesma resposta: sou totalmente diferentes dessas pessoas sim, mas isso fora escolha minha e sou feliz por ser assim, diferente, e por amadurecer tão cedo.
Pouco me importa ter um namorado do lado, um colo sempre a espera e amigos para ouvir-me.
Algumas dessas coisas já tenho, ainda bem, outras sei que vou conquistar com o tempo (nunca tive muita pressa mesmo); mas apesar disso estou conquistando a coisa que pra mim é extremamente essencial nessa doida roda da vida: o que eu quero!
Eu quis morar sozinha, fazer faculdade, ser independente é e nisso que me focalizo.
O resto, para mim, são apenas detalhes desnecessários.
São minhas escolhas que fazem minha felicidade, e estou convivendo muito bem com tal! :D

Tô assim e tô feliz! :D

Um comentário:

  1. aaaaaaaaaaaai fran adorei o seu texto ! :D
    PEEEEERFEITO, li tuudinho :D

    ResponderExcluir